Delivery: os segredos da empresária que desvendou o formato com rede própria de hamburguerias

Dona da American Burger, Camila Guerra já tem 35 cozinhas espalhadas pelo Brasil. Confira suas dicas sobre o delivery, após sete anos de experiência no ramo.



Camila iniciou o delivery na cozinha de casa, em Contagem-Minas Gerais

Foto: Divulgação / Nicole Oleander


O serviço de delivery cresceu significativamente nos dois últimos anos e, segundo levantamento “Consumer Insights” da Kantar, mais de 80% dos consumidores de até 50 anos já compram on-line em zonas urbanas.

Para enfrentar esta explosão, as grandes redes varejistas como Casas Bahia e Magazine Luiza investiram muito no e-commerce e, claro, em logística, para cumprir com sucesso suas entregas. Mas se para elas já foi um desafio, imagine para as redes de delivery de alimentos menores.

“Dobramos a venda delivery durante a pandemia, mas tivemos que superar inúmeros desafios neste percurso, para manter a qualidade que havíamos conquistado desde 2015”, conta Camila Guerra, proprietária da rede American Burger Delivery.

Há sete anos, Camila abriu seu próprio negócio na cozinha de casa, já com a ideia de ser uma empresa dedicada exclusivamente ao delivery. Neste período, ganhou muita experiência no assunto. Já fez de tudo para driblar as dificuldades, e hoje é sucesso no ramo. Ao todo, ela tem 35 lojas próprias, todas elas operando no delivery e atendimento presencial, em sete estados brasileiros.

Confira, portanto, a seguir, as principais dicas de Camila Guerra para abrir ou aprimorar seu sistema de delivery.

  • Embalagem do produto - A principal dica é ser atento à embalagem do produto, por isso garante que ele vai chegar em perfeitas condições até o cliente. Você precisa levar a melhor experiência para o cliente, mesmo sendo delivery. Ele quer o lanche do jeito que viu na foto e, se possível, do jeito que ele imaginou. A batata frita não pode ficar murcha.

  • Vendas por WhatsApp - O consumidor ainda não está acostumado a fazer compra pelo whatsapp, principalmente na etapa do pagamento, que ainda é recente. O brasileiro ainda está desconfiado com relação a esta plataforma. A dica que eu dou é tentar negociar bem a comissão, para que ela seja a parte do investimento em marketing.

  • Investir no Instagram e Facebook - No Marketing, a dica é investir, sim, em Instagram e Facebook. Trabalhamos datas sazonais, promoções e também eventos, que ajudam bastante no crescimento de nossas redes. Fazemos ativações em eventos, convidando as pessoas a baixarem nosso aplicativo ou tirarem uma foto e marcar a American Burger para concorrer a prêmios.

  • Anúncios do Google - Sobre os anúncios no Google, ele ajuda, mas você tem que ter as redes sociais também. O Google sozinho não dá: é preciso ter um conteúdo muito relevante para colher excelentes resultados. Tem que ter algo muito interessante.

  • Pós-venda e fidelização de cliente - Avaliar a satisfação do cliente no processo de delivery é muito importante. Crie formas de interação para que os clientes sejam ouvidos e as oportunidades de melhoria sejam colocadas em prática.

Conheça o CDPV


CDPV (Centro de Desenvolvimento do Profissional de Vendas) é uma Escola de Vendas disruptiva especializada em conteúdos, convenções, treinamentos e palestras de vendas, fundada em 2003 por Diego Maia, o palestrante de vendas mais contratado do Brasil.


O CDPV é o mantenedor da Academia de Vendas, a maior comunidade de vendas e gestão de vendas do Brasil.


Fale com nossos especialistas e saiba como podemos ajudar sua organização com treinamentos e cursos de vendas.

Você pode se interessar por este conteúdo:


Você pode se interessar também: