Resiliência do Franchising brasileiro dispara faturamento do setor e atrai confiança de investidores

O Franchising brasileiro demonstrou resiliência e vem crescendo de forma sustentável. Com a retomada econômica, o setor cresce de forma significativa, uma vez que, os investidores perceberam que os bons franqueadores demonstraram expertise para atravessar este episódio sem precedentes.- Por Fellipe Sol, fundador e diretor executivo da HOIF – aceleradora de franquias


O quarto trimestre de 2021 fechou com o faturamento 3,1% acima do mesmo período de 2019. Nos últimos 3 meses de 2020, o Franchising faturou 53.976 milhões e nos últimos 3 meses de 2021, o faturamento subiu para 56.663, uma variação de 5% de crescimento.

O número de novas unidades franqueadas cresceu 9,1% em todo o Franchising nacional se comparado ao último trimestre de 2020 e 2021, com destaque para os segmentos de moda, saúde e serviços, que cresceram 11%, 10,4% e 22,9%, respectivamente.

A cada ano, o faturamento do segmento de franquias no Brasil cresce. Em 2017, faturou 163M, em 2018 foram 174M, 2019 atingiu 186M. Como esperado, no começo da pandemia em 2020, o setor retraiu 10,5%, caindo para 167M. Contudo, em 2021 o setor demonstrou sua força e faturou 185M, nivelado aos números pré-pandêmicos de 2019.

Condicionamos esta retomada no crescimento à fatores como suspensão das medidas restritivas de distanciamento social, retomada dos hábitos dos consumidores e, principalmente, ganhos de eficiência nas redes de franquias, que digitalizaram seus processos trazendo o mundo online com eficácia para os franqueados.

A criação de novos modelos de negócios voltados às franquias Home Office também teve um peso importante, pois desenvolveram modelos enxutos, atraindo mais investidores com menor capacidade de investimento.

O número de unidades franqueadas no Brasil teve seu ápice em 2021 com 171 mil unidades, em caráter de comparação, em 2019 (pré-pandemia) existiam 161 mil unidades franqueadas, o que demonstra a confiança dos investidores no segmento que adquiriram franquias.

Aqui na HOIF Aceleradora de Franquias os dados estão compatíveis aos da ABF (Associação Brasileira de Franchising). No quesito vendas de franquias os números estão superiores aos anos passados. Esperamos que as projeções para 2022 atinjam o crescimento de 9% quanto ao faturamento e 7% no número de unidades abertas.

O Franchising é muito mais que um modelo de expansão para empresas, é um impulsionador da economia nacional, gerando por volta de 1,5 milhões de empregos diretos em todo o país.

Conheça o CDPV


CDPV (Centro de Desenvolvimento do Profissional de Vendas) é uma Escola de Vendas disruptiva especializada em conteúdos, convenções, treinamentos e palestras de vendas, fundada em 2003 por Diego Maia, o palestrante de vendas mais contratado do Brasil.


O CDPV é o mantenedor da Academia de Vendas, a maior comunidade de vendas e gestão de vendas do Brasil.


Fale com nossos especialistas e saiba como podemos ajudar sua organização com treinamentos e cursos de vendas.

Você pode se interessar por este conteúdo:


Você pode se interessar também: