• Redação CDPV

PretaHub impulsiona o empreendedorismo de pessoas negras

Criada por Adriana Barbosa, plataforma oferece cursos e trocas de experiências em negócios de impacto social


Empoderamento e empreendedorismo podem andar de mãos dadas em um propósito de vida. É o que mostra a iniciativa PretaHub, criada por Adriana Barbosa há cerca de 20 anos.


O projeto é uma plataforma que tem o objetivo de impulsionar o empreendedorismo feito por negros através de cursos de formação e troca de experiências. A empresa é também uma incubadora e aceleradora de iniciativas.


A empreendedora Adriana Barbosa fundou a PretaHub pela necessidade que tinha na época em que estava desempregada. A partir de sua experiência, viu a oportunidade de criar um empreendimento voltado para a população negra. Para falar mais sobre a plataforma ela conversou com o palestrante de vendas mais contratado do Brasil, Diego Maia, no podcast BóraVoar. Confira a entrevista.


"O meu propósito de vida é atuar com impacto econômico, desenvolvimento econômico da população negra a partir do tema do empreendedorismo e das economias." Adriana Barbosa

Diego Maia - Vou direto ao ponto aqui. Adriana, você criou esse empreendimento social, podemos chamar assim, para contribuir com o desenvolvimento de toda uma cadeia, de toda uma classe, de todo um grupo de pessoas empreendedoras. Qual é o seu propósito de vida?


Adriana Barbosa - O meu propósito de vida é atuar com impacto econômico, desenvolvimento econômico da população negra a partir do tema do empreendedorismo e das economias. Economia circular, colaborativa e economia criativa. E o modelo do negócio que eu atuo é o modelo de impacto social. Os negócios de impacto social são aqueles que estão a serviço de impacto na sociedade, não só acúmulo de riqueza. A gente precisa gerar riqueza, mas não só isso.


Diego Maia - Adriana, fala um pouco mais sobre a PretaHub. O que é isso? Como é que você criou essa história?


Adriana Barbosa - Ela é uma plataforma e essa plataforma se chama PretaHub. A gente tem suportado por essa plataforma sete programas que passam pelos pilares da criação, produção, distribuição e consumo. Desde apoiar o empreendedor e criar um produto, a olhar para os aspectos de produção, a produção mais sustentável, até colocar esse produto no mercado para vender. A gente tem programas de formação, de aceleração empreendedores, tem dois espaços físicos que se chamam Casa PretaHub, que são espaços de inovação. E tem a própria Feira Preta, onde os empreendedores levam os produtos para comercialização e recentemente a gente lançou o marketplace, uma solução de venda online.


Diego Maia - Adriana, me diz uma coisa, como é que concilia o propósito, que é uma causa, com a geração de lucro e com a geração de receita? Como é que faz isso?


Adriana Barbosa - Eu comecei pela necessidade, eu estava desempregada e passei a vender roupas em feiras de rua. Montei um brechó que se chamava Brechó da Troca, e à medida que ia trocando as peças com as pessoas e obtendo um acervo maior de roupas, eu passei a vender essas roupas. Então começa primeiro pelo empreendedorismo por necessidade e ao frequentar, na década de 90 as baladas de black music da Vila Madalena, eu identifiquei uma oportunidade de criar algo vocacionado para a população negra. E o que a gente tem de conciliar propósito com impacto, lucro, é uma longa caminhada.


Diego Maia - Quanto tempo você vem nessa caminhada?


Adriana Barbosa - São 20 anos, esse ano a feira completa 20 anos, e não só de atuação, mas de muito estudo. Passei por muitos programas de formação, de aceleração, tive uma boa parte da minha trajetória dedicada à educação empreendedora. E eu acho que não seria possível se não tivesse isso como foco. Até para entender esse ecossistema. Existem muitos códigos, terminologias, tem muitas informações e se eu não me dedicar a estudar e planejar, eu não conseguiria estar dentro desse ecossistema. Eu acho que a forma de conciliar é muito estudo, dedicação, planejamento, controle, monitoramento e não desvirtuar do foco.


***

Você pode conferir mais entrevistas exclusivas no Portal CDPV e ouvi-las no podcast BóraVoar no seu navegador ou na sua plataforma de streaming preferida, como o Spotify, por exemplo.


Sobre o Diego Maia


Diego Maia é o palestrante de vendas mais contratado do Brasil. Com 6 livros publicados, atua no mercado de palestras e treinamentos de vendas desde 2003. Apresenta o BóraVoar, programa que está no ar em diversas emissoras de rádio como Antena 1 (103,7 FM Rio de Janeiro) e Mais Brasil News (101,7 FM Brasília). O programa também é publicado diariamente em todos os aplicativos de podcasts.


Diego Maia é CEO do CDPV (Centro de Desenvolvimento do Profissional de Vendas), escola de vendas pioneira no Brasil, especializada em treinamentos de vendas presenciais e online.