Grupo Alento alcançou sucesso ao aprender com erros

Alento Franchising (Billy the Grill, Vizinhando) nasceu após irmãos terem problemas com o primeiro investimento e hoje já expande para fora do Brasil


Grupo Alento Franchising

Nem sempre a primeira tentativa de abrir um negócio dá certo. Mas com o erro é possível aprender e criar algo de sucesso. Essa é a história do Grupo Alento Franchising, especializado em franquias do setor de alimentação. Em 2009 os irmãos Luiz Sérgio e Luiz Felipe Costa resolveram investir todo o dinheiro da família em uma franquia. Porém, sem suporte da franqueadora, o negócio não decolou. Desse problema eles tiraram lições, mudaram seus planos e no ano seguinte lançaram sua própria marca, o Billy The Grill, que tem como diferencial o churrasco na pedra com acompanhamentos à base de receitas caseiras. Seu feijão, aliás, ficou famoso e virou destaque.


Depois do sucesso do Billy nas praças de alimentação de shoppings, eles abriram mais marcas, como o Vizinhando, em 2014, que leva os tradicionais espetinhos de rua para um ambiente descontraído e familiar. Em 2016 a franqueadora adotou o nome Grupo Alento Franchising.


Para falar dessa história de superação e futuro do negócio, o palestrante de vendas mais contratado do Brasil, Diego Maia, recebeu o CEO do Alento e vice-presidente da Associação Brasileira de Franchising - Seccional Rio de Janeiro, Luiz Felipe Costa, no podcast BóraVoar. Confira a entrevista.


Diego Maia - O setor de alimentação foi muito afetado pela pandemia, sobretudo alimentação em shopping centers. O que vocês fizeram para sobreviver?


Luiz Felipe Costa - No ano passado a pandemia chegou e assustou todo mundo. Nós aqui tínhamos muitos planos para 2020 e precisamos segurar alguns um pouco e outros deslancharam. Nós já estávamos atentos às tendências de mercado, a forma como o comportamento do consumidor vinha mudando. Já estávamos fazendo algumas mudanças internamente como por exemplo, com delivery. Desenvolvemos departamentos de delivery na virada do ano de 2019 para 2020. Isso nos possibilitou ter ótimos resultados, não só durante o lockdown, como também nos últimos números do delivery. A gente mantém um resultado excelente.


Diego Maia - Então o delivery foi muito importante para a operação de vocês na pandemia?


“É muito importante falar isso, nosso balcão e o nosso salão, nosso serviço de mesa no Vizinhando tem retomado, sem queda do nosso delivery.” Luiz Felipe Costa

Diego Maia - E como foi lidar com os franqueados durante a pandemia? Como manter o ânimo naquele cenário de incertezas?


Luiz Felipe Costa - Então, no geral ficamos bem próximos de nossos franqueados, mesmo à distância, muito próximos dos nossos franqueados. No início nós voltamos toda energia para minimizar os impactos durante esse momento. Então todo o time de liderança se reuniu diariamente para tratar dos assuntos mais relevantes para as nossas marcas. Além disso, trouxemos assessores jurídicos, fiscais, trabalhistas e especialistas em negociações com shoppings, que eram um problema, uma preocupação muito grande que os franqueados tinham. E a gente precisava aproximar e ajudá-los a sanar todas as dúvidas. A verdade é que a gente precisava manter, inspirar tranquilidade, com a máxima transparência possível para a gente conseguir sair disso.


Diego Maia - Foi um trabalho bem intenso então.


Luiz Felipe Costa - Foram três semanas seguidas, inclusive nos finais de semana, de reuniões diárias com especialistas para saber o que fazer. Realmente o início foi meio desesperador, nós da franqueadora fizemos vários cálculos pensando em fechar muitas lojas, mas o recado super positivo é que a gente não fechou lojas e voltamos a crescer o número de operações. E para manter os clientes ativos com as marcas, nós desenvolvemos novos produtos, fizemos parcerias com fornecedores, lançamos vídeos com receitas, a comunicação nas redes sociais permaneceu constante e muito forte.


Diego Maia - Que legal. E que novidades vocês trouxeram durante a pandemia?


Luiz Felipe Costa - Como eu falei no início, lançamos também uma nova rede que é a Cloud Kitchen Brasil, restaurante 100% digital. Várias marcas dentro dela, entre elas o Papah, Dona Poli, Godofredo, Maestria, Seu Risotto, Massa Terapia, Z de Pizza e Açaí Seu Loriva. E estamos caminhando com sucesso, desenvolvendo essas marcas. É muito difícil desenvolver uma marca sem estar no físico, mas a gente tem conseguido com maestria e com um time forte tem conseguido, junto com nossos franqueados também, atingir o sucesso, crescimento e desenvolvimento.


Diego Maia - Quando você recebe pedidos para suas marcas, pedidos de abertura de franquias para as suas marcas, o que vocês avaliam na hora de fechar um negócio? O que um candidato a franquia tem que ter?


Luiz Felipe Costa - Primeiro de tudo, fazemos uma análise de viabilidade econômico-financeira daquele ponto comercial e daquele local em que a gente espera montar a unidade. Eu gosto sempre de me colocar no lugar do candidato. Eu sempre me pergunto e hoje eu sempre oriento meu time comercial, meu time de expansão a se perguntar: ‘Se eu tivesse esse único investimento na minha vida, colocaria nesse negócio?’ Foi assim como eu comecei a minha vida. Coloquei o dinheiro todo da minha família num negócio e é muita responsabilidade isso.


“Nós temos muita responsabilidade como franqueadores. A gente não pode falhar nesse quesito.” Luiz Felipe Costa

Se a gente passa por essa pergunta, se a resposta é ‘sim, eu colocaria um investimento, nem que fosse o único investimento da minha família’, eu tenho uma segunda pergunta, ‘e se eu fosse candidato a franqueado, eu colocaria também?’. Esse franqueado está alinhado com os valores da companhia, da empresa? Está alinhado com o que o negócio precisa? E se essa resposta for sim, vamos em frente. Basicamente são as duas coisas que a gente pergunta.


Diego Maia - E para o franqueado?


Luiz Felipe Costa - O franqueado também faz um test-drive, onde ele é avaliado. A gente fala muito sobre a realidade dos nossos negócios, que é um trabalho muito duro, de dia a dia. Mas quando esse franqueado tem um perfil de gente, que gosta das pessoas genuinamente, que desenvolve pessoas, as coisas acontecem e os franqueados têm sucesso e conseguem montar outras unidades e crescer.


Diego Maia - Se a gente puder olhar para frente agora, aprender, juntar os cacos dessa crise. Aprender com as nossas inovações, aprender com os erros, aprender com tudo e com todos. Quando você olha para frente, o que é que você enxerga?


Luiz Felipe Costa - Nosso projeto é expandir ainda mais e estamos fazendo isso. Só neste mês (junho de 2021) fechamos mais três negócios. Estamos trabalhando bem o tráfego online para captação de leads. Isso tem trazido muitos interessados para as marcas. Nossas lojas estão operando muito bem. O Billy, por exemplo, no balcão já está atingindo nesse mês de junho (de 2021) 97% de retomada quando comparado com o ano de 2019. Até porque com 2020 não dá para comparar. E o que é legal é que o delivery não cai. Isso para nós é excelente. Nós não fechamos nenhuma loja e seguimos abrindo.


Diego Maia - E tem também uma novidade que é a presença internacional de vocês. Conta um pouco sobre isso pra gente.


Luiz Felipe Costa - Também estamos em um processo de internacionalização. Tem uma marca chegando aqui em Portugal, que é o Braza, que é uma churrascaria, um conceito de churrasco, comida brasileira e comida típica portuguesa. Então será diferente de tudo já visto por aqui. A gente está bem animado e vamos investir bastante em comunicação visual, arquitetura e também nas embalagens. Embalagens diferenciadas para realmente levar uma experiência especial para o nosso cliente em Portugal.


***

Você pode conferir mais entrevistas exclusivas no Portal CDPV e ouvi-las no podcast BóraVoar no seu navegador ou na sua plataforma de streaming preferida, como o Spotify, por exemplo.


Sobre o Diego Maia


Diego Maia é o palestrante de vendas mais contratado do Brasil. Com 6 livros publicados, atua no mercado de palestras e treinamentos de vendas desde 2003. Apresenta o BóraVoar, programa que está no ar em diversas emissoras de rádio como Antena 1 (103,7 FM Rio de Janeiro) e Mais Brasil News (101,7 FM Brasília). O programa também é publicado diariamente em todos os aplicativos de podcasts.


Diego Maia é CEO do CDPV (Centro de Desenvolvimento do Profissional de Vendas), escola de vendas pioneira no Brasil, especializada em treinamentos de vendas presenciais e online.