• Redação CDPV

Gerente comercial da Gafisa ressalta importância da lei de distratos para o setor imobiliário

Carlos Amaral comemorou os números do setor, mesmo com os desafios pandemia e salientou a relevância do corretor de imóveis


Carlos Amaral Gafisa

Para a edição especial e estendida do programa BóraVoar dedicado ao Dia do Corretor de Imóveis, comemorado em 27 de agosto, o palestrante de vendas Diego Maia chamou diversos players do mercado imobiliário. Entre eles também estão as incorporadoras de imóveis, como a Gafisa, representada pelo Gerente Comercial Carlos Amaral.


As incorporadoras de imóveis são uma peça fundamental para a construção de novos empreendimentos imobiliários. É a partir delas que tudo começa, pois são as empresas que identificam as oportunidades do mercado, adquirem os terrenos, estruturam os projetos e fazem toda a parte burocrática como as liberações e estudos de viabilidade.


Na entrevista, Amaral falou sobre o futuro do mercado imobiliário, salientou a importância da lei de distratos para o setor e parabenizou os corretores pelo seu dia. Confira.



Diego Maia - O Amaral, falando de corretagem de imóveis, falando de futuro, falando de lançamentos imobiliários. Quero saber de você o seguinte, qual o maior desafio para o corretor de imóveis nesse momento?

Carlos Amaral - A gente vinha falando sobre os desafios da profissão nesse momento, eu acho que ele com a pandemia, com tudo isso que aconteceu em 2020 e 2021, a gente começou a pensar e repensar um pouco a profissão do vendedor. E aqui no nosso caso específico do corretor de imóveis. Como ele teve que se preparar melhor. Como ele teve que se ambientar para poder vender mais ou continuar vendendo. Acredito que os corretores acabaram vendendo mais, o mercado imobiliário com certeza vendeu mais. A gente acabou de entregar essa semana aqui na Gafisa uma reunião de resultados do último trimestre e nós vendemos 56% mais do que no trimestre do ano anterior, do segundo termo do segundo trimestre de 2020. Então assim, os resultados estão cada vez melhores e não mexendo nas margens. Porque vender por vender, vender por baixar preço e perdendo a margem de cada projeto é muito ruim para a incorporadora. Então a gente acalmou muito essa questão de distratos com a nova lei de distratos, onde o cliente perde 50% de tudo o que pagou.


Diego Maia - Como era antes?


Carlos Amaral - Isso já é muito importante, foi um ganho muito grande para as incorporadoras que sofreram muito nos anos 2014, 15, 16 e 17 com o advento dos distratos. Clientes que compravam, pagavam só um pouquinho e acabavam entregando. Era mais barato para eles entregarem do que seguir no empreendimento. Então com isso a gente passou a ter ganho líquido. Então a nossa margem líquida, nossa receita líquida foi bem maior do que em anos anteriores em 2020 e 2019. O desafio do corretor é exatamente esse, entender, ser solidário, ele ser parceiro da incorporadora. E ele entender esse momento, esse momento muito bom. O momento é propício, estamos lançando diversos empreendimentos de alto padrão e acho que os corretores entenderam e se enquadraram. Todos eles passaram a se especializar no marketing digital, é muito importante cada um fazer o seu marketing digital independente da bandeira, da imobiliária que ele esteja defendendo. Ele estar numa house, ou ele está na multimarca, mas é importante que ele tenha todo esse trabalho de marketing digital, todo esse trabalho de divulgação próprio bem interessante, eu acho muito importante.


“Resta a nós profissionais do mercado imobiliário cada vez mais prestar um melhor serviço para o seu cliente e conseguir fidelizar esse cliente.” Carlos Amaral

Diego Maia - E o que o futuro reserva ao corretor de imóveis? Conta pra gente a tua opinião.


Carlos Amaral - O futuro do corretor de imóveis, na minha opinião Diego, eu sou um cara otimista, eu acho que sempre vai existir a figura do corretor de imóveis. Eu sou contra as pessoas que pregam e dizem que esses portais imobiliários aí, essas startups, essas empresas unicórnios de aluguel, de locação, de venda possam acabar com a profissão do corretor de imóveis. Acho que não, acho que dificilmente a gente não vai ter esse corretor, essa profissão que é tão antiga e tão importante para o Brasil, tão importante para o país, para o mundo, que fomenta tantos empregos na construção civil e ela depende diretamente do corretor de imóveis. Não adianta a gente, incorporadora, produzir, comprar terreno, fazer produto, produzir e na ponta da venda não ter um profissional qualificado, o profissional pronto para isso. Então eu tenho certeza que essa profissão tem um futuro muito grande. E com o aumento de vendas que a gente está vendo, mesmo com esse momento difícil de pandemia, prova cada vez mais que o cliente quer ter o seu corretor, o seu profissional de confiança. Resta a nós profissionais do mercado imobiliário, resta aos colegas corretores, que eu também sou corretor de imóveis, que eles possam cada vez mais prestar um melhor serviço para o seu cliente e conseguir fidelizar esse cliente para que ele tenha e consiga atender não só ao cliente, como à família do cliente e no futuro os filhos e os netos de cada cliente.

Diego Maia - Amaral, você sabe que a gente está fazendo esse especial, essa versão estendida do BóraVoar por conta principalmente do Dia do Corretor de Imóveis, que é agora dia 27 de agosto. Eu quero que você deixe aqui a tua mensagem para o corretor de imóveis, o que você deseja para o corretor de imóveis?

Carlos Amaral - Para finalizar eu queria deixar aqui uma mensagem, meus parabéns para os corretores de imóveis, para os meus colegas de profissão. Sou corretor desde 1997, meu CRECI antigo é 24 mil o número do meu CRECI, então eu já estou bastante tempo nessa profissão, sou muito feliz e muito grato a Deus e as imobiliárias, e os empresários por onde eu já trabalhei, as empresas por onde eu trabalhei, a empresa que eu trabalho. Porque eu sempre digo que eu criei meus filhos, eu sustentei minha família de 1997 até hoje com a venda de imóveis. Ou diretamente como corretor, quando eu atuei até o ano de 2007, ou do outro lado da venda, nas incorporadoras, quando eu entrei em 2008 na Gafisa, depois fui Queiroz Galvão, depois Tegra e agora estou de volta esse ano 2021 para a Gafisa. Então quero desejar muita saúde e que todos se cuidem, que usem máscara, que se protejam e protejam suas famílias para que vocês possam continuar tendo muitos e muitos anos comemorando muitos aniversário do Dia do Corretor de Imóveis.


Você pode conferir mais entrevistas exclusivas no Portal CDPV e ouvi-las no podcast BóraVoar no seu navegador ou na sua plataforma de streaming preferida, como o Spotify, por exemplo.


Sobre o Diego Maia


Diego Maia é o palestrante de vendas mais contratado do Brasil. Com 6 livros publicados, atua no mercado de palestras e treinamentos de vendas desde 2003. Apresenta o BóraVoar, programa que está no ar em diversas emissoras de rádio como Antena 1 (103,7 FM Rio de Janeiro) e Mais Brasil News (101,7 FM Brasília). O programa também é publicado diariamente em todos os aplicativos de podcasts.


Diego Maia é CEO do CDPV (Centro de Desenvolvimento do Profissional de Vendas), escola de vendas pioneira no Brasil, especializada em treinamentos de vendas presenciais e online.